Os perigos ocultos de digitalizar códigos QR e como se manter seguro - Guia 2024

Os códigos QR tornaram-se uma forma popular de acessar informações e fazer pagamentos, e também vêm com transações sem contato. O código QR é a abreviação de códigos de resposta rápida, que são códigos de barras bidimensionais que podem ser lidos usando uma câmera de smartphone ou um leitor de código QR. Eles foram originalmente inventados no Japão em 1994 para rastrear peças automotivas, mas desde então estão envolvidos com a indústria de tecnologia. Eles agora são conhecidos em muitos setores por sua facilidade de uso e capacidade de armazenar muitas informações.

Mas alguns códigos QR também podem impactar negativamente os usuários. Conforme revelado pela ExpressVPN, existem perigos ocultos associados à leitura de códigos QR que podem comprometer a segurança dos usuários. Por exemplo, os cibercriminosos podem criar códigos QR falsos que direcionam os usuários para sites maliciosos ou enganosos, e esses criminosos também podem roubar informações confidenciais do dispositivo. Isso pode tornar as pessoas mais conscientes de como se manter seguras ao digitalizar códigos QR para se protegerem de ameaças.

Perigos ocultos dos códigos QR

Fonte: clearvpn.com

Códigos QR, ou códigos de resposta rápida, agora são usados ​​popularmente por empresas para fornecer aos clientes acesso rápido a sites, informações sobre produtos ou promoções. Mas existem perigos ocultos que acompanham esses códigos QR de digitalização facilmente acessíveis, dos quais os usuários devem estar cientes.

  • Códigos QR maliciosos

Os sistemas Malicious Quick Response são projetados para redirecionar os usuários para sites perigosos ou instalar malware em seus dispositivos. Esses códigos podem ser disfarçados como códigos legítimos, mas, uma vez digitalizados, podem levar a uma variedade de ações prejudiciais, como roubo de informações pessoais ou assumir o controle do dispositivo.

  • Códigos QR de phishing

Os sistemas de resposta rápida de phishing induzem os usuários a fornecer informações confidenciais, como nomes de usuário, senhas ou números de cartão de crédito. Esses códigos podem ser disfarçados como códigos legítimos para sites ou serviços populares, mas, uma vez verificados, redirecionam os usuários para um site falso que parece real.

  • Códigos QR falsos

Os sistemas Fake Quick Response são projetados para induzir os usuários a pensar que estão digitalizando uma imagem legítima quando, na realidade, o código é falso e leva a um site malicioso ou outra ação prejudicial. Esses códigos podem ser colocados sobre códigos legítimos, impressos em panfletos ou pôsteres ou exibidos em sites ou plataformas de mídia social.

  • Códigos QR de malware

Os sistemas Malware Quick Response são projetados para instalar malware no dispositivo após a verificação. O malware pode assumir diferentes formas, como spyware, ransomware ou vírus, e pode ser usado para roubar informações confidenciais ou controlar o dispositivo.

  • Ataques de engenharia social

Os ataques de engenharia social manipulam os usuários para que executem ações prejudiciais a eles ou a seus dispositivos. Isso pode ser feito acessando os sistemas de Resposta Rápida, criando um senso de urgência ou medo, como alegar que escanear o código é necessário para evitar uma violação de segurança ou evitar uma multa. Depois que o usuário verifica o código, ele pode instalar malware ou fornecer informações confidenciais ao invasor.

Apenas seguindo algumas diretrizes de segurança simples mencionadas abaixo, os usuários agora podem garantir que suas informações e dispositivos estejam seguros e protegidos ao usar seus sistemas QR.

Dicas para se manter seguro durante a leitura de códigos QR

No mundo de hoje, as pessoas usam smartphones e outros dispositivos tecnológicos o tempo todo, o que também vem com um risco relacionado com a segurança pessoal; de smartphones a laptops, de compras online a serviços bancários, as pessoas estão constantemente compartilhando suas informações e dados pessoais. Embora a tecnologia tenha facilitado a vida das pessoas, ela também tornou a raça humana mais vulnerável a muitas ameaças digitais ou virtuais, como hacking, roubo de identidade, phishing e ataques de malware.

Essas ameaças podem comprometer a vida pessoal e informação financeira e ter consequências graves. É por isso que é importante manter-se digitalmente seguro e tomar as precauções necessárias para se proteger dessas ameaças. Abaixo estão mencionadas algumas maneiras pelas quais as pessoas podem garantir sua segurança e tomar as precauções necessárias:

  • Use um aplicativo de scanner de código QR: é importante usar um aplicativo de scanner de QR de uma fonte confiável, como o Google Play Store ou na App Store da Apple. Esses aplicativos têm software integrado que detecta sistemas QR maliciosos e o alerta antes da digitalização.
  • Verificando a fonte: Antes de escanear um código QR, é importante verificar a fonte. Certifique-se de que o código QR seja de uma fonte confiável ou você pode optar usar um criador de código QR. Por exemplo, se o código QR for de um site, verifique o URL para garantir que corresponde ao site que você pretende visitar.
  • Seja cauteloso com códigos QR desconhecidos: evite digitalizar códigos QR de fontes desconhecidas, como em quadros de avisos públicos, em banheiros públicos ou em folhetos de rua. Podem ser códigos QR maliciosos que levam a sites ou downloads perigosos.
  • Usando autenticação de dois fatores: alguns aplicativos podem exigir que você insira um código de verificação ou use autenticação de dois fatores antes de escanear um sistema QR. Isso adiciona uma camada extra de segurança e ajuda a proteger suas informações pessoais.
  • Mantenha os dispositivos atualizados: manter seu dispositivo atualizado com as últimas atualizações de segurança e patches de software pode ajudar a evitar vulnerabilidades que sistemas maliciosos de Resposta rápida podem explorar. Certifique-se de verificar regularmente se há atualizações e instalá-las assim que estiverem disponíveis.

É importante estar ciente dos riscos potenciais envolvidos na digitalização de códigos QR porque eles são uma maneira fácil e conveniente de acessar informações e direcionar as pessoas para sites antiéticos rapidamente.

Essas coisas podem acabar causando danos às suas finanças e bem-estar pessoal. Depois de seguir essas simples medidas de segurança, as pessoas podem se proteger dos perigos ocultos de escanear códigos de Resposta Rápida e aproveitar o acesso fácil que eles oferecem sem arriscar sua segurança digital.

Conclusão

A digitalização de códigos QR tornou-se uma atividade cada vez mais comum na vida diária das pessoas, mas é importante estar ciente dos riscos potenciais que a acompanham. Simplesmente seguindo etapas simples, como usar um aplicativo de scanner Quick Response confiável, verificar a fonte, ser cauteloso com códigos desconhecidos, usar autenticação de dois fatores e manter seu dispositivo atualizado, pode-se reduzir bastante os riscos associados à digitalização de códigos QR. Lembre-se, ficar digitalmente seguro é uma parte importante de nossas vidas neste mundo em rápida mudança, e é necessário tomar as precauções necessárias para proteger a segurança pessoal!

Tags:

Sobre Nós

Convidamos você a mergulhar na narrativa de inovação, experiência e possibilidades infinitas. Clique para descobrir o…

Artigos Relacionados

Descubra postagens relacionadas que ampliam a narrativa. Nossa seleção selecionada garante que você nunca perca o contexto mais amplo. Clique, leia e se aprofunde nos temas que despertam sua curiosidade.

Publicações Recentes